John Schlitt

John William Schlitt  nasceu em 03 de Fevereiro de 1950, em Lincoln, Illinois, e é o lead singer do Petra desde 1986. Antes de ingressar na banda, foi vocalista do Head East.

Pouco depois do seu nascimento, sua família se mudou para Mt. Pulaski, onde ele cresceu. Schlitt então começou a cantar e demonstrar seu interesse pela música, ainda muito jovem. Quando ele tinha 13 anos, se juntou a uma banda chamada Vinegar Hills Hometown Band Something Different. Então, ele foi para o Mt. Pulaski High School em sua cidade natal onde concluiu o ensino médio em 1968. E foi nesta época do colégio que ele encontrou a pessoa que viria a ser sua futura esposa: Dorla Froelich.

Schlitt (1986)

John entrou para a University of Illinois para se formar em Engenharia Civil. No entanto, seu principal interesse ainda era a música. Em 1972, ele entrou para a banda Head East. Conciliando sua carreira musical com seus estudos, Schlitt finalmente se graduou em 1974 e então passou a dedicar-se em tempo integral à sua carreira na música. Durante os anos que se seguiram, Schlitt curtia o sucesso com a Head East que produziu diversos hits nos anos 1970. Eles lançaram cinco álbuns de estúdio e um ao vivo. Em contrapartida, também desenvolveu uma dependência de cocaína e álcool, que atingiu seu ápice quando ele foi dispensado da banda em Março de 1980.

Depois de deixar o Head East, Schlitt formou uma banda pequena, chamada  Johnny, que rapidamente desapareceu quando seu vício se intensificou, e também chegou a estar em depressão por seis meses, tempo durante o qual ele mesmo diz: “cheguei muito perto de me suicidar.” Durante esse mesmo período, no entanto, sua esposa se  coonverteu e, posteriormente, convenceu Schlitt a ver o seu pastor. Schlitt confessa que eu já tinha decidido acabar com sua vida assim que cumprisse o que havia prometido a ela, pois “assim minha esposa seria capaz de dizer ‘eu tentei’, logo após eu ter partido”.

No entanto, Schlitt também se converteu e abandonou seu vício em drogas e álcool. Schlitt decidiu deixar a cena musical para dedicar à sua vida e à sua família. Depois disso, começou a trabalhar em uma fábrica, crescendo lentamente nela até se tornar um engenheiro de mineração para depois custear ele mesmo um curso de engenheiro de programação. Durante este tempo, John frequentou a Gethsemani Church em Evansville In, onde cantava com a equipe de louvor. Então, nesse meio tempo ele recebeu um telefonema de Bob Hartman. Logo depois, mudou-se para Nashville.

Cinco anos depois de deixar a indústria da música, John foi então convidado por Bob Hartman a fazer um teste para o Petra. A banda tinha acabado de perder seu vocalista Greg X. Volz, que tinha acabado de sair para prosseguir em sua carreira solo. Depois de uma sessão com Hartman (guitarrista e co-fundador da banda), foi convidado para entrar na banda. Fez seu primeiro show em 03 de fevereiro de 1986 (mesmo dia do seu aniversário), iniciando uma carreira que abrangem quase três décadas. Seu primeiro álbum com a banda foi o lançamento de 1986, Back to the Street.

Durante a sua carreira com a Petra, a banda lançou dois álbuns RIAA Gold Certified (Beyond Belief e Petra Praise: The Rock Cries Out) e ganhou quatro Grammy´s e vários Dove Awards multidão numerosa. Suas viagens e apresentações com a banda alcançaram todos os 50 estados da América, bem como tocaram em mais de 35 países.

Durante os intervalos do Petra, Schlitt lançou dois álbuns solo: Shake, em 1995, e Unfit for Swine, em 1996. Ambos os álbuns foram moderadamente bem sucedidos e receberam críticas positivas

John Schiltt (2012)

Após a “aposentadoria” anunciada pelo Petra em 2005, Schlitt e Bob Hartman lançaram um álbum conjunto. A dupla ficou conhecida como II Guys From Petra. O álbum foi lançado em 26 de Janeiro de 2007 , com o título de Vertical Expressions, com o qual Schlitt e Hartman realizaram várias apresentações (inclusive na Argentina), para promover o álbum.

Depois disso, John lançou em 22 de Janeiro de 2008 seu terceiro álbum solo: The Grafting. Dan Needham, seu genro, foi quem produziu o álbum, que foi lançado com performances das canções  The Grafting e Only Men no programa Celebrations, da e foi transmitido internacionalmente pela Daystar Television Network.

Posteriormente, Schlitt, com a produção de Dan Needham, lançou ainda mais dois álbuns através de ações de crowdfunding (financiamento coletivo) realizadas pelo site de gerenciamento de projetos  Kickstarter: The Greater Cause, em 2012, e The Christmas Project, em 2013. Ambos foram muito bem aceitos pelos fãs, que não hesitaram em apoiar os projetos.

Deixe uma resposta